Arquivos da categoria: Alimento em foco

Dieta restritiva pode reduzir sintomas do TDAH

Dieta restritiva pode reduzir sintomas do TDAH

Pesquisadores acreditam que alguns alimentos podem afetar negativamente o cérebro e provocar o transtorno de déficit de atenção

……… Photobucket
Falta de atenção: crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade enfrentam dificuldades em prestar atenção e controlar seu comportamento (Getty Images)

Segundo o estudo, da mesma forma que alguns alimentos podem provocar reações adversas, que vão da asma a problemas gastrointestinais, em crianças, eles podem afetar o cérebro e originar problemas em seu comportamento

Mudanças na alimentação pode ser uma maneira eficiente de reduzir os sintomas do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) nas crianças entre quatro e oito anos de idade, diz estudo publicado na edição deste sábado do período médico britânico The Lancet.

O estudo foi feito com 100 crianças da Bélgica e da Holanda, todas diagnosticadas com TDAH. Elas foram divididas em dois grupos escolhidos aleatoriamente. Um grupo recebeu, por cinco semanas, uma dieta restritiva, sem alimentos processados, que incluía apenas água, arroz, carne, peras e vegetais. Depois foram introduzidos na dieta batata, trigo e mais frutas. O outro grupo recebeu apenas aconselhamento sobre alimentação saudável.

Das 41 crianças que completaram as cinco semanas de dieta restritiva, 78% tiveram uma redução nos sintomas e 22% (nove crianças) não apresentaram nenhuma melhora. “Chegamos à conclusão de que mudanças na dieta deveriam ser consideradas para todas as crianças com TDAH”, afirmaram os autores do estudo, realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Radboud e pelo Centro de Pesquisas sobre TDAH, ambos localizados na Holanda.

Embora não existam evidências conclusivas sobre o papel dos alimentos no desenvolvimento do TDAH, um dos transtornos neurológicos mais comum em crianças, há a suspeita de que comidas ricas em açúcar possam desencadear os sintomas e de que substâncias como aditivos alimentares tenham efeito sobre o comportamento infantil.

Essa matéria saiu na página da internet da Revista Veja, aqui e ficamos felizes pois quando um veículo do porte da Veja mostra artigos como esse, a dieta SGSC ( mais açúcar, alimentos processados, etc) ganha credibilidade. É a ciência se rendendo a famosa frase: você é o que você come. Bom fim de semana a todos e voltamos em breve com um post sobre as férias do Lu e em seguida sobre a volta às aulas! Até breve!

Alimento em Foco – Beterraba

bonita e saborosa

Dessa vez o alimento em foco é a Dona Beterraba!!! E ela vem toda de roxo, cor super fashion e atrativa!

De gosto adocicado e cor marcante, existem mil e uma maneiras de incluir a beterraba na alimentação das crianças e é muito importante que toda a família consuma essa hortaliça. A beterraba é fonte de ferro, potássio e ácido fólico, uma substância fundamental para o bem estar e saúde plena de uma gestante e seu bebê durante a gravidez. Além disso, esse tubéculo possui poucas calorias em comparação com seus benefícios e é também é fonte de fibras, que são essenciais para manter o bom funcionamento do intestino.

Apesar das pessoas acharem que a beterraba é proibida pros diabéticos por ser rica em açúcar, estão completamente enganadas. A beterraba pode ser consumida desde que com moderação (cada 100 g de beterraba possui 9,5 g de glicídios – o mesmo que a cenoura – De 50 a 60% do Valor Energético Total (VET) diário, ingerido por um indivíduo, devem ser compostos de glicídeos. Dez a 15% de proteínas e menos de 30% de lipídeos. Temos, então, um total igual a 100%. Isto é uma alimentação equilibrada, balanceada que todo ser humano necessita. Inclusive o portador de diabetes.)

E também é um alimento que aumenta a sensação de saciedade, por ter poucas calorias é ideal para ser incluído no cardápio de quem está de dieta. Existem várias receitas light e saborosas que incluem a beterraba como ingrediente principal como sucos, saladas, pudim, cremes, sopas…

va para a cozinhaComo vimos a beterraba é boa para gestantes e para quem tá de dieta mas o importante é que ela é boa pra todo mundo!

As pessoas que praticam exercícios devem comer muita beterraba ou tomar o seu suco, pois suas propriedades servem para aumentar a resistência e isso vai permitir que os atletas façam as atividades por 16% do tempo a mais, de acordo com estudos feitos pela universidade de Exeter na Grã Bretanha. O nitrato de beterraba faz com que o consumo de energia do organismo seja menor, assim com certeza seu tempo de disposição vai ser maior. O teste foi feito em pessoas que praticam exercícios diariamente e primeiro foi feito o teste sem o uso do suco e depois com ele, o atleta teve de pedalar uma bicicleta por um longo período e de acordo com a pesquisa da universidade depois de tomar o suco ele conseguiu concluir o percurso cerca de 2% do tempo a menos do que sem o suco. Muitos dizem que está descoberta vai ajudar a pessoas que tem problemas cardiovasculares e com a beterraba poderão conseguir praticar suas atividades sem medo do coração ter algum problema.  Outra importante ajuda para essas pessoas é que  sua concentração de minerais ajuda a mesma a manter a quantidade de líquidos em nosso corpo de forma equilibrada, evitando assim a perda excessiva de líquidos, desempenha importante papel na manutenção de tecidos musculares, nervosos e ósseos.

Devido à concentração de vitaminas, a beterraba também é interessante por sua característica antioxidante e no combate a doenças infecciosas. Vale lembrar que para aproveitar-se dessas vitaminas o consumo da beterraba deve ser feito com a mesma crua. Para pessoas com autismo isso é muito importante pois eles precisam de antioxidantes e como muitos tem problema de imunidade, essa aliemnto pode ajudar. Lu consome suco de beterraba todos os dias. A dica para o suco é combinar a beterraba com outras frutas para ela ficar mais digestiva  e não recomenda-se tomar mais de 100 ml por vez e pode ser ingerido antes das principais refeições, duas vezes ao dia (essa é a forma mais eficaz para o combate a anemia)

Por falar em sua ação antioxidante, a beterraba apresenta outras substâncias antioxidantes capazes de proteger pequenos vasos sangüíneos, como os dos olhos. Aliás, o nitrato presente nas beterrabas ajuda a reduzir a pressão arterial, ajudando a manter um sistema cardiovascular mais saudável.

Também é interessante para o caso de pessoas com problemas intestinais, devido à sua ação laxante. e para pessoas  com problemas renais (pedras na bexiga, litíase renal ou outras formas de obstruções urinárias) devido à sua ação diurética e tônica e além disso ela aumenta a produção de sucos gastricos e tonifica o estômago.

refrescante
E agora  a mais famosa de suas funções: a beterraba é Antianêmica! Além de seu alto conteúdo de ferro (1,80 mg/100g), ela é rica em vitamina C (30mg), o que facilita a absorção desse mineral.  Ela é especialmente indicada para pessoas que não correspondem bem ao tratamento com ferro e que possuem anemias que costuma ser causadas pela baixa produção se sangue na medula óssea.

Para finalizar uma propriedade muito importante: A beterraba é anticancerigena. Dr Ernst Schinder, autor de La Salud por la nutricon (1986), refere várias experiências realizadas na Hungria e Alemanha, nas quais se conseguiu a redução ou desaparecimento de tumores cancerígenos após a adminiustração diária de 250 g de beterraba vermelha ralada, ou de 250-500 ml de seu suco. Esses efeitos se produziam mesmo após fervr ou concentrar o suco para fazê-lo mais tolerável ao estômago, o que quer dizer que a substância responsável pela ação antocancerígina é resistente ao cozimento.

Então é isso… vamos nos alimentar de forma saudável e gostosa. Em casa mamãe faz salada de beterraba ralada crua e faz um molho de maionese com katchup para temperar… fica ótimo. Para quem não quer utilizar o cactchup industrializado, faça um molho de tomate em casa e misture a maionese! hmmmm fica ótimo. Você pode tbm fazer gelatina colorida com outras frutas e suco de beterraba, bater com suco de maracujá (dica da nossa amiga Helena que fez e levou pra gente tomar e amamos), colorir o arroz (arroz da bárbie), fazer bolo, pudim… A internet tá cheia de sugestões!

Vamos passar um verão saudável e de prato colorido?

Fonte: Nutrição em foco
Bloger
Revista Vida e Saúde – Junho/2010 (artigo do Dr Jorge Pamplona)

Alimento em Foco: Grão de bico

Desta vez o alimento em foco é o Grão de Bico. Como somos descendentes de libaneses comemos essa leguminosa desde que nos entendemos por gente.

Seja no homus, seja com arroz, seja no falafel, na salada, na sopa, seja como pão de grão de bico, como massa para torta e até como petisco … é uma delícia e nutritivo.
Rico em proteínas, sais minerais, vitaminas do complexo B e ferro, o grão-de-bico estimula o funcionamento dos intestinos, devido à grande quantidade de celulose contida na casca, o que é ótimo para alguns autistas que têm o intestino preso.
O grão de bico, do ponto de vista nutricional, é um excelente alimento.
Também conhecido como o alimento da alegria, essa leguminosa possui em suas propriedades o triptofano (substância que provoca a produção de serotonina responsável pela ativação dos centros cerebrais), mesmo aminoácido responsável pela sensação de bem estar que temos quando comemos chocolate… mas em um alimento bem mais saudável né? Aliás, o grão de bico produz uma sensação de saciedade e de estar bem alimentado, o que faz com a pessoa não coma em excesso.
A Universidade Hebraica de Jerusalem divulgou recentemente um estudo comprovando que o grão de bico espanta a depressão, aumenta a ovulação das mulheres e ajuda no desenvolvimento das crianças.
E é ótimo também para tratamentos cardio-vasculares pois a cada 100g de grão, contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria, fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo colaborando para que somente seja absorvido pelo intestino as substâncias necessárias, eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol, favorecendo, então a diminuição do colesterol e triglicérides totais no sangue. Então, é está aí mais uma vantagem para autistas em dietas pois muitos têm problemas com fungos (candidíase) e bactérias e é o açúcar que proporciona um ambiente propício para eles.
Além de combater os fungos , o grão de bico age de de forma similar à do hormônio estrógeno e combate a dor muscular, anti-inflamatório, antibiótico.
E esse grão tão gostoso ainda é um alimento prebiótico ou seja, é um carboidrato não digerível pelo nosso corpo, isto é, possuem uma configuração molecular que o torna resistentes à ação de enzimas e afetam beneficamente o hospedeiro estimulando seletivamente o crescimento e atividade de uma ou mais bactérias benéficas do cólon, melhorando a saúde do seu hospedeiro (ou seja, nós). Dessa forma o grão de bico ajuda na manutenção da flora intestinal (alimentando as bactérias benéficas chamadas probióticos), estimula a motilidade intestinal (trânsito intestinal), contribui com a consistência normal das fezes, prevenindo assim a diarréia e a constipação intestinal por alterarem a microflora colônica por uma microflora saudável e possui efeito bifidogênico, isto é, estimulam o crescimento das bifidobactérias. Essas bactérias suprimem a atividade de outras bactérias que são putrefativas, que podem formar substâncias tóxicas.

Como podemos ver, é considerado um alimento funcional, ou seja, além de apresentar propriedades nutricionais básicas, desempenha outras ações fisiológicas que ajudam na promoção da saúde. E pode ser utilizado também em forma de farinha (sem perder propriedades) e além de substituir a farinha de trigo na dieta SGSC, ele auxilia de diversas formas como lemos nesse artigo. Existem um montem de receitas espalhadas pela internet e por livros de culinária. Vamos explorar mais esse parente do nosso conhecido feijão? Conte pra gente de como gostar de consumi-lo!

Dica:

GERMINAÇÃO: Facilmente germinadas no ar, em 24h já exibem o rebento. Nos dias quentes é melhor lavar mais vezes com bastante água. É mais fácil de digerir e potencializa os nutrientes.

Fonte:

Ave Doméstica
CyberDiet
Saúde é vital
Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca
Receita Natural
Quero Viver Bem
Wikipédia
Biocamp

O conteúdo exibido no blog é de caráter informativo ou complementar e serve como orientação. Para uma alimentação rica e completa, busque orientações com um nutricionista.

Alimento em Foco – Maçã

afasta os medicos
Hoje estamos trazendo um sessão nova pro blog do Lu. A sessão Alimento em Foco trará pelo menos uma vez por mês um alimento que pode ser uma fruta, uma verdura, um grão, etc e explicaremos seus benefícios.

vermelhinha e saborosaVamos começar com a maçã, essa fruta tão bonita e objeto principal de histórias trágicas como Adão e Eva e A Branca de Neve, onde as personagens que comiam a fruta tentadora se metiam em enrascadas. Porém gente, pecado é não comer essa fruta!
Essa fruta saborosa e bastante popular deve estar sempre presente no seu dia-a-dia. Além de ter pouco mais de 60 calorias, cada maçã é rica em vitaminas A, B1, B2, B5, e C, e em sais minerais como fósforo e ferro, além de ser constituída por fibras, 85% de água e 12% de açúcar. Isso e muito mais se traduz em benefícios à saúde e proteção ao organismo.
A maçã é uma fruta que é tão rica em nutrientes que deveria ser consumida todos os dias. Existe até um ditado americano que diz: “an apple a day keep the doctor away” (“uma maçã por dia mantém o doutor afastado”) ou, como vi em um artigo de uma nutricionista: “uma maçã por dia deixa sua saúde em dia.

mundo mais saudavelPesquisas no mundo todo comprovam isso:

Uma pesquisa feita pelo médico Thomas Seha, professor de biologia da Universidade de Massachusetts, em Lowell, mostra que uma maçã por dia ou um copo de suco de maçã pode melhorar a memória e aumentar a produção de antioxidantes que mantêm a saúde na terceira idade e combatem os radicais livres prevenindo o câncer (uma maçã pequena e com casca tem o mesmo poder de arrasar os temidos radicais livres que 30 copos de suco de laranja).

Cientistas da faculdade de medicina da Califórnia afirmam que comer maçã ou beber o suco dessa fruta pode ajudar a reduzir os riscos de doenças cardíacas. O estudo foi publicado na revista “Journal of Medicinal Food” e os autores dizem que a maçã tem o mesmo efeito protetor do vinho.

Outra pesquisa, publicada na revista “Thorax”, mostra que os homens que comem cinco maçãs por semana têm maior capacidade pulmonar que os que não comem a fruta.

Um estudo holandês mostra ainda que a maçã é a única fruta que pode baixar o risco de doenças pulmonares entre fumantes. Fora isso, a maçã ajuda a reduzir o LDL, o mau colesterol. Pesquisadores explicam que os poderes da fruta se devem a super antioxidantes chamados quercetina e catequina.

Bom, essa fruta além de ser ótima pra saúde, é prática, fácil de carregar e comer em qualquer lugar. Ao comer uma maçã prefira as orgânicas para poder ingeri-las com casca tranquilamente já que boa parte dos seus nutrientes estão na casca. Compare aqui nessas tabelas a quantidade de nutrientes contidas em 100 g de maçã com casca e sem casca.

fruto da vida

A maçã ajuda a regular o sistema nervoso, o crescimento, evita problemas de pele, do aparelho digestivo e queda dos cabelos. Previnem fadiga mental e contribue para a formação de ossos, dentes e do sangue. Também limpa os dentes, fortalece as gengivas e os seus ácidos ajudam a fazer a digestão de alimentos gordos por isso é emagrecedora: A maçã promove a tonificação do Qi do aquecedor médio e do baço/pâncreas que, em última análise, é responsável pelo funcionamento do tubo digestivo. É necessária a boa atividade do mesmo para que a maçã possa exercer as suas funções.

coloque a saude em diaA pectina encontrada na maçã torna a absorção de glicose menos eficiente na luz intestinal, fazendo com que o açúcar penetre no sangue mais lentamente, evitando desta maneira que não ocorra aumento em pico da insulina. Este processo evita a transformação do açúcar em gordura.

Outra ação da pectina é a de evitar a formação de cálculos biliares, pois os ácidos biliares que normalmente retomam para o fígado estão saturados de colesterol, sendo por isso, responsáveis pela formação desses cálculos.

Como vimos, a maçã atua no nosso corpo como um todo e tem um papel muito importante na vida dos autistas: além de ser antioxidante (já vimos nesse artigo que a pessoa que está autista pode ter stress oxidativo), a pectina ajuda o organismo a eliminar metais nocivos, como o chumbo e o mercúrio, pois esta fibra incha, absorvendo água e produtos intestinais tóxicos e sabemos que os autistas não eliminam esses metais pesados de forma correta.

antioxidanteLu toma suco de maçã orgânica todos os dias fazendo rotação com outros alimentos tipo cenoura, beterraba, couve, etc (tudo orgânico). Como a maçã é doce, o suco dele não necessita de açúcar industrializado.

A maçã limpa e desintoxica o organismo de qualquer pessoa e por isso é tão impostante para as pessoas que estão autistas. Andrea Lalama, uma mãe que tirou seus filhos do espectro autista têm em seu tratamento o suco verde orgânico diário e diz ser fundamental para qualquer tipo de desintoxicação natural que faz com que a pessoa, ao limpar seu organismo, possa receber outros tipos de nutrientes e para que eles sejam absorvidos e consumidos com mais eficiência pelo corpo e cérebro, atuando na melhora do autismo. Mas pretem atenção, maçãs são frutas com propriedades fenólicas e flavonóides e muitas pessoas com autismo têm reação a fenóis. Lu reage mal a alguns alimentos com fenol tipo milho, pêssego e acerola mas não tem problema nenhum com maçã. Testem  e vejam se fará bem!

Espero que tenham gostado. Se quiserem sugerir um alimento é só escrever para karluiza@gmail.com
Até mais!

Fonte:

Uma maçã por dia ajuda a prevenir doenças
Maçã – benefícios para a beleza e a saúde
Propriedades da maçã
Abc dos alimento: maçã
Uma maçã por dia deixa sua saúde em dia!

O conteúdo exibido no blog é de caráter informativo ou complementar e serve como orientação. Para uma alimentação rica e completa, busque orientações com um nutricionista.