Livro: Breve Guia para Tratamento do autismo

 photo 2_zpsxxkluygm.jpg

Hoje vamos falar de um livro que ganhamos da Editora M. Books. É um guia que possui linguagem fácil, direta e faz com que a gente tenha uma leitura rápida e prática. As autoras Elisabeth Hollister Sanderberg (PHD, psicóloga cognitiva e palestrante) e Becky L. Spritz (psicologa clínica e professora de psicologia) fizeram esta obra não para fazer recomendações, promover ou condenar certos tratamentos e sim o de informar.

Este livro tem 18 capítulos e aborda 15 tipos de tratamentos. O vasto número de intervenções para o autismo é confuso para os pais. Este livro tem o objetivo de permitir com que pais e profissionais peneirem a avalanche de conselhos das pessoas e tome decisões com base nas informações escritas na obra. Os temas escolhidos representam as intervenções mais comuns: os que mais aparecem nas pesquisas de internet ou em livros sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Elas deixam bem claro que não significa que um tratamento que não faça parte do livro não tem valor mas que elas se limitaram aos principais tratamentos e aos mais acessíveis.

 photo 5_zpsjkcveejx.jpg

Cada tratamento é dividido em 5 partes:

- o que é?
- Como funciona o tratamento para o TEA?
- O que há na internet sobre o tratamento com respeito ao TEA?
- O que os cientistas dizem sobre o tratamento?
- Quais são os custos?

 photo 6_zps7vx5onmu.jpg

OBSERVAÇÃO DAS AUTORAS DO BLOG: Não concordamos com as autoras do livro quanto a alguns tratamentos, em especial aos que a gente pratica e ama. As autoras são amantes da linha comportamental, linha que não concordamos e não aplicamos com nosso irmão. Somos amantes da Dieta SGSC e do Son Rise e embora elas falem sobre a falta de dados científicos a gente tem a prova em casa de que esses 2 tratamentos mudaram a nossa vida. Mais de 80% dos autistas são alérgicos e já fizemos inúmeros posts aqui mostrando nosso pensamento de que os comportamentos autísticos são apenas a ponta de um iceberg, ou seja, há muitos problemas orgânicos por baixo de cada grito, esteriotipias, agressividade, etc. E sempre fomos e sempre seremos apaixonadas com terapias responsivas, com aprendizado de dentro para fora. Sempre fomos a favor do lúdico de sermos empáticas com os autistas. O livro traz a opinião das autoras e nós temos a nossa, que é diferente. Os tratamentos que acreditamos (Homeopatia, dietas, responsividade e ludicidade) podem não ter o aval dos cientistas porém nos mostram, a cada olhar, cada diálogo, cada sorriso, cada sono profundo, cada passeio, a cada dia com qualidade de vida, que estamos no caminho certo. E isso nos basta.

A própria editora M. Books editou um fantástico livro sobre a importância de uma boa nutrição para os autistas. O Livro “Autismo, Esperança pela Nutrição” vale a pena ser lido e relido e utilizado como apoio para dar início a dieta e depois ao tratamento integral do autismo. Nesta obra, Cláudia Marcelino, nossa amiga e ídolo, mostra que o autismo é tratável e o quanto a retirada do glúten e da caseína traz qualidade de vida aos nossos autistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>