Distúrbio do Sono

A maioria dos autistas sofrem de distúrbio do sono. A falta de sono leva os autistas e seus familiares a terem diversos problemas como agressividade, depressão, hiperatividade, aumento dos problemas de comportamento, irritabilidade e má aprendizagem e desempenho cognitivo.

As causas são variadas, mas as principais são:
- Refluxo gastroesofágico
- Apnéia do sono
- Pesadelos
- convulsões
- Ansiedade
- atividade física insuficiente
- distúrbios de ritmo circadiano (ciclos de sono e vigília)
- regulação anormal de melatonina
- fungos
- alergias
- experiências sensoriais aumentados: sensibilidade à luz, toque ou som.

Estamos aqui para falar dessa última hipótese (em negrito) e trazer dicas.

Para as crianças que têm problemas para dormir, técnicas sensoriais destinados a acalmar e organizar o corpo pode ser útil. Na verdade, muitas das mesmas técnicas e métodos que usamos para acalmar um recém-nascido ou do lactente pode ser adaptado para uso com crianças mais velhas para ajudá-los a adormecer com mais facilidade e espero ficar dormindo durante a noite.

 photo sono 1_zps59alloc6.jpg

Essas dicas fornecem calmante tátil e proprioceptivo de entrada em todo o corpo, fazendo com que a criança se sinta segura.

 photo sono 3_zpsrumx1rex.jpg

Movimentos repetitivos e rítmicos como balançar regulam o sistema vestibular, ajudando as crianças relaxar.

 photo 5_zpsgtv0mtsu.jpg

O ruído branco pode ser calmante porque bloqueiam outros sons que possam assustar ou acordar as crianças.

 photo sono 4_zpsazhlq0pr.jpg

Assistindo água corrente, peixes deslizando através de um aquário, ou até mesmo uma fogueira crepitante, muitas vezes tem um “efeito hipnotizante” em crianças e adultos. Concentrando-se na entrada visual suave pode ajudar muitas crianças a relaxar e adormecer. Quando a criança dormir, desligar esses aparelhos.

 photo sono 2_zpscibvwpjn.jpg

A temperatura quente traz conforto e acalma. Claro que alguns autistas são calorentos, observar o que é agradável ou não para a criança.

Confira outras dicas práticas:

- Evite decorar o quarto da criança com muitos enfeites e cores. Se possível, diminua os ruídos externos durante a noite.

- Prepare um ambiente bem escuro para ela.

- Evitar aparelhos eletrônicos até 1h antes de dormir (videogame, tablets, celulares, televisão, etc).

- A atividade física é uma boa forma de gastar energia. Prefira o período da manhã ou o início da tarde.

- Alimentos estimulantes, como chocolate, café e chá, não devem ser ingeridos próximos à hora de dormir. Fazer diário alimentar e ver o que faz bem ou não (o que agita). Autistas devem fazer dieta com pouco açúcar, isento de glúten e leite.

- E nunca se esqueça: criar um ritmo para dormir e acordar é importante para o organismo da criança: escovar os dentes, tomar banho, fazer massagem, contar história (ou cantar), dormir.

Fontes:

Revista Crescer
ARI
The Inspired Tree House

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>