Somos Brilhantes!

Kristine Barnett ficaria muito feliz com o título deste post pois, com certeza, é este o seu objetivo ao escrever um livro sobre seu filho Jacob, autista e gênio. Ela quer mostrar ao mundo que todos nós temos capacidade para conquistar o que quisermos, para alcançar nossos sonhos e ser feliz. Parece que estamos descrevendo um livro de auto ajuda né? Mas “Brilhante” vai muito além disso… É uma leitura compulsiva de uma história real em que o principal tema é a crença no potencial.

 photo brilhante2_zps0423389a.jpg

Diversas vezes choramos, em outras demos gargalhadas mas TODOS OS DIAS rezamos para que a família Barnett continuasse assim: simples, humilde, felizes e ajudando o mundo a entender que nós somos ferramentas transformadoras do universo! Leiam os trechos abaixo e saberão do que estamos falando:

“MEU NOME É KRISTINE BARNETT e meu filho Jake é considerado um prodígio em matemática e ciências. Ele começou a fazer cursos de nível universitário de matemática, astronomia e física aos oito anos e foi aceito na universidade aos nove. Não muito tempo depois, começou a trabalhar numa teoria original no campo da relatividade. Suas equações eram tão longas que transbordavam do gigantesco quadro branco para as janelas de nossa casa. Sem saber como ajudar, perguntei a Jake se havia alguém a quem pudesse mostrar seu trabalho, e um renomado físico que contatei em nome de Jake concordou generosamente em examinar uma de suas atividades. Ele confirmou que meu filho estava de fato trabalhando em uma teoria original e disse também que, se a teoria fosse consistente, podia colocá-lo no rumo de um prêmio Nobel.”

 photo brilhante4_zps389b0289.jpg

“Tínhamos assistido impotentes ao nosso filhinho vibrante e precoce ir gradualmente parando de falar, desaparecendo diante de nossos olhos em um mundo só dele. O prognóstico ia de mal a pior. Aos três anos, o objetivo que os especialistas estabeleciam para ele era que fosse capaz de amarrar os próprios sapatos aos dezesseis anos.”

Kristine fala sobre seu livro:

 photo brilhante10_zpsdac3289e.jpg

O livro não é fantástico apenas por causa de seu filho Jake. Kristine conta sua aventura como uma mãe, que não só luta heroicamente em nome de Jake, mas ela também enfrenta MUITOS outros obstáculos que a vida apresenta pra ela e toda a família. Sem usarmos o exagero, esses obstáculos são extraordinariamente graves… mas vencidos!

Em uma entrevista foi falado a questão de que nem todas as crianças autistas têm a capacidades de Jacob. Perguntaram se Kristine não se preocupava em dar aos pais falsa esperança? “Todo mundo tem capacidades”, responde Jacob. “A questão é quem as reconhece”, acrescenta a mãe. “É o espírito de superação e isso todos nós possuímos”, ela afirma.

O que nos fez apaixonar por este livro foi que nos identificamos muito com o espírito dessa família: ver o lado positivo de tudo e focar na solução. Já ouvimos muitas críticas sobre isso e várias vezes a frase “Mas vocês falam isso porque o irmão de vocês é autista de alto funcionamento”… Bom, Lu era autista moderado (com crises, auto agressão, etc) e evoluiu no espectro. Agradecemos muito todos os profissionais que passaram e estão na vida do Lu mas o maior remédio nesta caminhada foi a crença que temos em seu potencial.

 photo brilhante8_zps6dd2944d.jpg

Sobre o Livro, Jake fala: “Bem, eu espero que realmente inspire as crianças a realmente fazerem alguma coisa, ciências ou física ou mesmo que não seja ciências. Espero que encorajem a fazer o que elas GOSTAM. Espero apenas que seja inspirador.”

O ponto chave do livro é este! Pais de crianças com dificuldades de desenvolvimento, bem como aqueles com filhos típicos colocam suas crianças (adultos, adolescentes) para trabalharem sempre suas DIFICULDADES. E levanta a questão: “Por que é que tudo gira em torno do que as crianças não conseguem fazer? Por que ninguém VALORIZA o que elas PODEM fazer?

 photo brilhante1_zps29a37155.jpg

Sobre o autismo, Jake diz ser parte dele e diz que gosta de ser assim. sua mãe explica que Jacob não acordou um dia magicamente “curado” da síndrome. Ele continua a lutar contra isso. Em casa ele sempre senta em um pequeno espaço que o faz se sentir mais confortável. O zumbido das luzes também pode atrapalhar.

“Ele supera todos os dias. Há coisas que só ele sabe sobre si mesmo e ele se auto regula sempre”, disse sua mãe.

Jacob fala facilmente sobre o seu autismo e ri de seus equívocos. Enquanto ele admite que não é fácil captar sarcasmo usado por outras pessoas, ele é rápido para brincar:

“.. Não é fácil, é parte de quem eu sou, mas não é tudo de mim; eu sou um físico”, disse ele.

Quando Jake disse isso, ele ainda não tinha terminado de ler o livro de sua mãe e comentou que esperava gostar da história e que não estava envergonhado.

“Não cometa spoiler“, ele disse rindo!

Kristine Barnett diz que o livro é para qualquer mãe a tentar encontrar um caminho para o seu filho, não apenas para os pais que lidam com o autismo.

 photo brilhante9_zpsafda40c4.jpg

Brilhante é daqueles livros que dá vontade de abraçar, de comprar vários e sair distribuindo amor pra todo mundo! Estas últimas imagens são de Jake com seus irmãos Wes e Ethan e a última da família completa.

 photo brilhante6_zps9170983b.jpg

 photo brilhante5_zps6a96f478.jpg

Os direitos dessa maravilhosa história já foram comprados pela Warner e se tornarão filme. Mal podemos esperar para ver esse livro na telona!

“Nós somos apenas uma família normal. Portanto, é realmente bizarro “, disse ela sobre o livro e o filme.” Você sente que tem uma responsabilidade pública para inspirar e ajudar as pessoas. Mas no dia-a-dia, você é só você. ”

Fontes:
Folha de São Paulo
TruthDig
Usa Today
The Globe and Mail
Botõezinhos

Uma ideia sobre “Somos Brilhantes!

  1. Pingback: harvey

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>