Inclusão Escolar!

Olá pessoal, tudo bem?

Nosso trabalho de conscientização sobre o autismo anda de vento em popa e o pessoal do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Uberaba – UNIUBE – universidade e curso em que também nos formamos, nos procurou para fazerem um vídeo sobre autismo em um trabalho da disciplina de Produção Eletrônica da nossa querida professora Blueth sabrina!

Ficamos hiper felizes já que a iniciativa partiu deles, pessoas que não tem nenhum parente com autismo mas se interessaram pela causa por pura vontade de ajudar! Nos reunimos com o grupo e passamos algumas informações e falamos que o que mais interessava no momento era mostrar pra todo mundo que o autista merecem estudar em escolas regulares e que eles tem potencial pra isso apesar das dificuldades que enfrentam devido ao transtorno e falta de compreensão de algumas pessoas sobre o autismo. Falamos que queríamos uma mensagem positiva e o trabalho ficou lindo:

A inclusão é possível e necessária e todos nós podemos fazer a nossa parte entendendo que autistas saem da sua zona de conforto para estudarem, nos entenderem… temos que entendê-los e fazermos a nossa parte também! Eles são geniais e basta conhecermos um para nos encantarmos!

Obrigada a todos do grupo que desenvolveram esse trabalho, a professora Blueth que coordenou, a Escola de Surdos Dulce de Oliveira e sua diretora Florence que cedeu o espaço para a gravação e ainda atuou como professora no vt e convidou os alunos a participarem como figurantes do trabalho e ao Fernando Gomes, que representou o autista e gravou o vídeo mesmo estando doente no dia!

O que acharam do vídeo?

Adoramos a iniciativa dessa galera jovem e consciente de seu papel na sociedade! A inclusão começa pelo interesse no próximo! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>