Marília Gabriela entrevista Dr Paulo Mattos – TDAH ou DDA

Conversei com a Karla e achamos importante postar a entrevista que passou no programa Marília Gabriela Entrevista, no GNT, no dia 09 de maio deste ano. O entrevistado foi neuropsiquiatra Dr Paulo Mattos, Coordenador do GEDA – Grupo de Estudos do Déficit de Atenção do Instituto de Psiquiatria da UFRJ ,atual presidente da ABDA – Associação Brasileira do Déficit de Atenção, mestre e doutor em Psiquiatria e pesquisador do CNPq. e autor dos livros No mundo da Lua e Principios e Práticas em Tdah.

Fiquem agora com a entrevista dividida em 8 partes. É importante saber sobre esse assunto já que muitas pessoas sofrem de TDAH ou DDA e não sabem… ao ter um diagnóstico em mãos, é muito mais fácil buscar tratamento e melhorar a qualidade de vida. Na nossa família acho que eu, Karla, Fernanda, papai e mamãe sofremos disso. Mas, Karla, eu e papai somos mais acentuados com certeza. Ainda não temos diagnóstico mas eu e Ká já fizemos vários testes na internet e temos tantas histórias pra contar que vocês rolam de rir (agora que passou pode). Lemos o livro da Dra Ana Beatriz Silva, o Mentes Inquietas e nos identificamos muito… recomendamos a leitura. O livro do Dr Paulo ainda não lemos mas certa vez a Fernanda o levou para casa e agora me deu muita vontade de ler…

O qua acharam? A Marília Gabriela é fantástica né? E o Dr Paulo Mattos é um grande professor e nos deu essa aula e essa vontade de saber mais sobre o assunto!
Esperamos que seja útil a todos vocês! Beijos e quinta feira a Karla aparece com um post sobre as novas pérolas do Luiz Júnior… até mais! ;)

5 ideias sobre “Marília Gabriela entrevista Dr Paulo Mattos – TDAH ou DDA

  1. Veronica Cobas

    Oi, Luiza e Karla

    Conheço o trabalho do Dr. Paulo Mattos e acho fantástica a forma com que ele torna o assunto palatável e comprensível por todo o mundo. Até porque os equívocos em relação aos diagnósticos de TDAH e DDa são tão grandes quanto o número de pessoas às quais o diagnóstico jamais é oferecido. Uma das grandes fontes do uso exagerado de ritalina no Brasil é justamente o caminho simplista do diagnóstico de TDAH. Dr. Mattos soube abordar de forma competente e informativa. Legal vocês trazerem a boa informação para cá também. beijossssss

  2. Thais

    Meninas, vcs me ajudam taaanto. Estou sempre por aqui. Sou fã da família inteira!!!!!!! Principalmente do Lu, é claro né! Parabéns por serem tão dedicadas e esforçadas, vcs são maravilhosas.
    Adorei a entrevista. E detalhe!!!! Tb acho que sou TDA!
    Se um dia vierem a Porto Seguro, me avisem viu?

    Beijos e muito, muito sucesso,
    Thaís (mãe da Natália).

  3. Tathy

    Eu vi a entrevista e adorei a conduta do médico. Agora a Marília Gabriela é muito chataaaa, interrompe toda hora, parece até o Faustão rssss. Meninas se vcs tem dúvida em relação a ter ou não ter o TDAH façam um psicodiagnóstico. É importante pra vcs “mapearem” as características neurologícas da família, até pelo caso de autismo do Lu.

    Bjsssssssssss

  4. alanir junger pacheco viana

    Muito esclarecedor!!!!
    Deus abençoe muitíssimo a todos!!Pois tenho a certeza que sou uma TDAH sem hiperatividade,sou diferente sempre soube disso e me sentia pra baixo,a minha esperança cresce a cada dia.Tenho 53 anos,pois grandes coisas Deus tem me proporcionado saber,isso é simplesmente maravilhoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>